Arquivo de fevereiro \26\UTC 2011

As Mídias Sociais e o sucesso

As Mídias Sociais dispensam apresentações. Impossível não reconhecer pelo menos três dos símbolos abaixo.

Para os mais assíduos da Web, é mais provável que se acerte quase todos, se não todos!

O “Bê-a-bá” das Mídias Sociais

O grande sucesso de audiência das Mídias Sociais não é mera invenção de seus criadores (Mark Zuckerberg, dono do Facebook, deve estar mergulhado em números que só tendem a crescer).

Para começo de conversa, hoje em dia são 625 milhões os conectados na Internet, ao redor do mundo. Com o barateamento dos computadores e a cultura da inclusão digital, é de se imaginar que este número só tenda a crescer. Grande parte dos serviços que conhecemos no “mundo físico”, como jornais, livros, revistas etc., estão lentamente migrando para o mundo online: estar na Web ou não estar, eis a questão mais fácil de se responder…

Até tu, Shakespeare? (confira aqui o perfil dele no Twitter)

As métricas em Mídias Sociais comprovam o próspero negócio que é investir em diversos sites de relacionamento, blog e microblog etc. Claro que deve-se, antes de mais nada, mapear os públicos estratégicos da empresa. Por mais que o Twitter, por exemplo, seja uma ferramenta de grande audiência, é necessário avaliar qual é a audiência que se espera atingir, revelando assim se as Mídias Sociais são uma solução ou perda de tempo.

E por falar em estatísticas das Mídias Sociais, confira aqui um vídeo – postado no YouTube, claro – com os mais recentes dados da Social Media.

Mas atenção! Se por um lado, a audiência das Mídias Sociais é grande, e por isso pode divulgar com bastante eficiência seu produto, por outro lado, as falhas também ficam expostas com muito mais facilidade.

Por se tratar de uma ferramenta bastante descontraída e espontânea, os responsáveis pela alimentação desses webcanais podem, eventualmente, colocar uma grande estratégia comercial e institucional por água abaixo. Confira aqui o Case FIAT nas Mídias Sociais.

No fim das contas, sabendo usar as Mídias Sociais, elas podem se transformar em uma grande aliada para o sucesso da sua empresa, sendo uma ferramenta utilizada tanto no aspecto mercadológico, como no institucional, interno e também administrativo.

Próxima saída: Sucesso

A Bee Comunicação também está nas Mídias Sociais!

Twitter: @beecomunicacao

Facebook: Clique aqui para visitar o perfil da Bee

E, claro, nosso blog: http://www.beecomunicacaoassociados.wordpress.com

Fernanda Markus, estudante de Relações Públicas, trabalha na Bee Comunicação Associados.

Anúncios

Deixe um comentário

Embalagens retrô

Todos temos amigos de longa data. E confiamos muito neles.

São amizades baseadas na tradição, confiança, familiaridade, intimidade etc.

Sabemos como eles são, como pensam e agem, e estabelecemos vínculos muito fortes com eles, já que fazem parte de nossa história de vida.

Da mesma forma, utilizamos produtos nos quais confiamos, muitas vezes não apenas pelo fator racional (o produto é bom e traz resultados), mas também pelo lado emocional, como por exemplo, aquele produto que sua mãe compra desde que você se conhece por gente, e que depois de crescido, continua comprando, porque estabeleceu com ele uma relação de confiança.

A “tendência” retrô, se bem utilizada, suscita simpatia e destaque no ponto de venda, e pode proporcionar envolvimento através de ação  promocional com o mesmo tema no pdv. Este é um dos motivos pelos quais as grandes empresas optaram por utilizar embalagens retrô para presentear seus consumidores.

A iniciativa de se optar por essas embalagens, muitas vezes, é tomada frente a comemoração de aniversário das empresas, marcando uma espécie de linha do tempo, desde quando eram pequenas e pouco conhecidas, até agora, quando são conhecidas e tem um posicionamento singular no mercado.

Talvez, passando por uma gôndola de supermercado, alguém mais velho que você reconheça as embalagens antigas, ou você mesmo vai dizer: “Nossa, quando eu era criança, era assim!”. E todos sabemos que nada é mais gostoso de se lembrar do que a infância…

Confira algumas embalagens retrô:

Empresa: Nestlé – Produto: Nescau

A novidade conta com os grafismos mais marcantes desde o lançamento, em 1932


Empresa: Nestlé – Produto: Leite Moça

O conhecidíssimo Leite Moça, em sua edição histórica


Empresa: General Mills  – Produto: Cereal

O projeto envolve também uma mecânica promocional através da qual, com 5 provas de compra, o consumidor ganha uma camiseta com os logos antigos


Empresa: Unilever  – Produto: Kibon (Sorvetes Clássicos)

A Kibon, marca da Unilever, lançou seus sorvetes clássicos (Chicabon, Eskibon, Tablito e Brigadeiro) em embalagens retrô


Empresa: Schincariol  – Produto: Itubaína

Em 2008, a Schincariol lançou embalagem comemorativa da sua Itubaína, referente aos 54 anos do produto


A renovação através do passado parece ser muito efetiva!

O que você acha?

Fontes: Mundo do Marketing / Marketing na Cozinha / Garimpo de Ideias / Blog AveMarketing

Fernanda Markus, estudante de Relações Públicas, trabalha na Bee Comunicação Associados.

1 comentário